cura-feminino

Primeiros passos na caminhada do Sagrado Feminino

Publicado em 03/01/2018 • Coluna, Cura Feminina

Por Márjory Dowell

O despertar do Sagrado Feminino ainda é um mistério para muitos, mas o que seria realmente esse despertar? Para introduzir, acredito que a melhor forma, dentro da força que desejo falar, seja o de simplificar, porque é um tema muito amplo e estudado por várias culturas, além de receber várias leituras. De um modo simples, O Sagrado Feminino é a conexão da mulher com a espiritualidade feminina, que se encontra em total conexão com a força criadora do universo.

Existem muitas técnicas, mas uma boa forma para iniciar essa busca é perceber como mulher no mundo de hoje, é antes de tudo saber quem se é como mulher, mãe, amiga, avó, irmã. Assim como conversar mais com a mãe e com avós e ouvir, aprender com elas, deixando que a comunicação vinda pelos antepassados esteja sempre viva.

Você já se perguntou como era a vida de sua avó quando criança? O que ela aprendeu e como aprendeu, o que ela passou para a sua mãe, ou que ela escolheu não passar? E o que sua mãe aprendeu, como ela compreendeu esse ou aquele ensinamento e o que sua mãe te passou até hoje ou outras coisas que ela pensou em te dizer, mas não disse?

Essa troca pode auxiliar no entendimento de nós mesmas, sabendo que nessas conversas se apresentam muitas histórias que antes não tiveram chances de serem reveladas, esse também é um momento para honrar nossos ancestrais, honrar quem veio antes de nós e reconhecer que sempre temos algo aprender e a troca de conhecimentos, antes de tudo tem uma força simbólica vinda desse lugar.

E nós mulheres, que vivemos em grande maioria na cidade, no mundo globalizado, onde nós estamos? Quando escrevo não costumo oferecer respostas que ainda busco, porque sempre buscamos, mas procuro despertar a verdade que reverbera na pessoa. Os questionamentos nos leva a lugares, muitas vezes não antes explorados. Sendo assim, vejamos como ativar esse conhecimento que é nosso. Com cuidado com nós mesmas, devagar, se conectando com o nosso corpo, aproveitando os momentos possíveis e pisar no chão descalço, sentir a terra nos pés (fazer um aterramento), pois a terra auxilia na descarga de energia que o nosso corpo carrega diariamente, outra dica é olhar para Lua, sabe que Lua é hoje? Se hoje fosse Lua Crescente, sabe o que pode significar? Vibrar, conversar ou cantar para a Lua, sentir a luz da lua nos banhar e assim dentro dessa vibração apenas sentir e estar aberta a receber o que esse momento tem a nos proporcionar.

Outra dica que considero de grande valia é o maior contato com o nosso ciclo menstrual, que método você utiliza durante a menstruação, ou você apenas conhece o absorvente convencional, já se questionou sobre isso? Você sabe que o nosso sangue tem um cheiro e cor particular? Pois é, queridas, a lua e os ciclos menstruais tem uma linda conexão a qual podemos estudar, aprofundar e compreender melhor os mistérios que a natureza tão sabiamente nos revela, com uma energia sutil nos é dada de presente, no hoje , no aqui e agora.

Eu venho trabalhando esse tema há mais de 1 ano com minhas clientes é há 15 anos na minha vida, através de cursos, meditações, retiros, lágrimas, sorrisos, me afetando profundamente em vários trabalhos e afetando o outro, mas sabendo que nem sempre o outro de deixa tocar. Eu venho procurando respeitar o limite de cada um. Existem várias dimensões pelas quais venho compreendendo o sagrado feminino e ainda quero compreender outros olhares, então uma terceira e última dica de hoje, é procurar seguir fazendo as conexões de forma mais conscientes, é acordar de manhã e se permitir uma conexão maior com o Sol, ser supremo e conduzir o dia em uma busca positiva e verdadeira consigo mesma.

 

RETIRO O DESPERTAR DO SAGRADO FEMININO

Meus queridos, nos dias 23, 24 e 25 de Fevereiro, após o carnaval…vem surgindo uma oportunidade, para o toque suave no feminino através do despertar interior. É com muito carinho que divulgo o Retiro O Despertar do Sagrado Feminino que vou atuar como facilitadora junto da minha amiga Valéria Vieira. Em um local especial e acolhedor, com uma egrégora de cura e amor. São poucas vagas para que o trabalho seja feito de forma cuidadosa, respeitando o processo de cada um.

Local: PAI – Polo Aperfeiçoamento Integral em Ribeirão/PE

Com amor,

Márjory Dowell

Contato: 81 98867-6046

 



Escreva seu comentário

* Campos obrigatórios