argentina (9)

Para viajar para a Argentina

Publicado em 14/07/2015 • Passeios

Gente, como muitos amigos me perguntam, eu achei bacana contar como foi a minha viagem para a Argentina. Fui com o senhor R. e foi muito legal. É uma viagem relativamente barata e que sempre tem promoções de passagem. Mas é importante se organizar antes, né? Por isso, a primeira coisa é definir mais ou menos uma data. Cinco dias é o suficiente para conhecer bem Buenos Aires e, caso queira conhecer o interior, adicione um ou dois dias na cota. Meus pais gostaram muito de conhecer as vinícolas. Depois, fique de olho nas promoções de passagem e, quando comprar, corra para reservar as hospedagens. Basicamente, todos os passeios são gratuitos e/ou oferecem uma taxa simbólica. Um ou outro é que são realmente mais caros.

Eu fui em outubro e o clima estava bacana para quem morre de frio e para quem ama frio, peguei mínima de 15°C. O Rosadal estava cheio de flores e é um excelente período para viajar para lá – nem frio demais, nem quente. O verão de lá é sinistríssimo e como a cidade é apreciativa, vale a pena fazer muita coisa a pé – no calor complica. Seja prático com as roupas.

Pegamos escala em São Paulo e passamos cerca de uma semana lá. Para vocês que gostam de conhecer lugares relacionados a espiritualidade, vale a pena conhecer o Templo Zu Lai, que fica em Cotia. Uma energia incrível com diversas palestras e formações, além de conhecer muita história sobre o budismo no Brasil (www.templozulai.org.br). Para chegar lá, é preciso pegar um ônibus interestadual, apenas, e caminhar um bocadinho. Cansa mas vale o passeio. Muita gente sai da Liberdade para poder ir até lá. É lindo demais. O melhor passeio de SP. <3

argentina (5)

Chegando em BA, nos instalamos no bairro de Palermo, bem em frente ao Zoológico da cidade. Em termos de natureza, na cidade, tem duas opções legais: o Jardim Botânico e o Zoológico, um ao lado do outro. Mais longe um pouquinho, tem o Zoológico de Lujan. A cidade toda é pura contemplação e a energia tranquila das pessoas é super gostosa. A sensação é de que a gente é tão pequeno diante desse mundo e tem tanto a aprender… É quase como se o umbigo deslocasse num circuito de multientendimento sobre a vida.

O Rosedal é uma praça cheia de rosas de todos os tipos, minha vontade era sair flutuando. É daqueles lugares que você ri de alma. É in-crí-vel. Pena que só passei 10 minutos porque já estava fechando.

argentina (3)

Bom, sobre o roteiro, muito simples:

Para comprar o ticket do ônibus que circula a cidade toda em pontos turísticos (Buenos Aires BUS), basta acessar o site e o pagamento pode ser até antecipado. O bacana é fazer isso logo quando você chega. Primeiro porque tem um monte de local que é só para tirar foto na frente mesmo. Segundo porque esse ônibus ajuda a pessoa a se situar lá. O bom é que você usa o mesmo ticket para o dia inteiro, e sobe e desce em vários pontos. Eu não quis fazer dessa maneira porque acho que perde a mágica. ;)

Se você puder sair daqui já com um mapa, ótimo. Se não, procure quando chegar lá. Mapas ajudam muito uma pessoa perdida como eu. Para se mexer bem, use o metrô (subte). O ônibus de lá é bem velhinho e, cá entre nós, não precisa ir de táxi, não.

Coisas que podem ser legais:

Ir na Livraria Ateneo Grand Splendid

Ir no Carlitos comer uma hiper porção de fritas com molho especial

Ir ao zoológico municipal

Ir ao Planetário Galileu Galilei

Ir ao Jardim Japonês e almoçar por láargentina (1)

Ir ao Rosedal

Ir ao Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires (Malba)

Andar por Palermo ou bater perna em qualquer parte da cidade

Comer massas, muitas massas!

Entender a história do Cemitério de la Recoleta e ver argentinos se reunindo no bairro, além de contemplar as obras conversando com Deus.

argentina-(10)

Ver como eles praticam esportes e amam os cachorros e amam andar na praça

Tomar um Freddo (doce e caro demais para meu gosto, mas é uma experiência)

Ir ao Museu de Belas Artes ver obras de Rodin, Monet, Renoir, El Greco e Goya

Ir em padarias e sorveterias de bairro

Ir ao Hard Rock Café

Conhecer a feirinha de San Telmo (apenas domingo!) e dar um cheiro na Mafalda

Conhecer o Museu do Holocausto. É sinistro, mas vale a experiência de sentir a energia daquilo.

Ir à Galeria Pacífico

Ver o por do sol na Recoleta
argentina (9)

argentina-(4)

Casa Rosada (visitas em dias úteis, apenas), o Teatro Colon (muito caro para gringos) o obelisco.

 

Para comer: Gente, nem só de carne vive o argentino. Olha, tem muita variedade de comidas lá, tá? As massas são ótimas, tem frutas que não temos por aqui e tem opção o tempo todo. A cidade não dorme. Além disso, tem muitas comidas internacionais por lá… Só se programe direitinho porque se a fome bater e você tiver na rua, vai entrar no primeiro local que aparecer. Eu gostei de ir ao Carrefour lá justamente para entender um pouco da feira deles. Compre doce de leite, leite, etc. A vida gastronômica é muito além do alfajor Havana.

Sobre Lujan

argentina (8)

Pelo que eu vi, os animais estavam sendo bem tratados. Óbvio que é um comércio e que eles não estão no habitat natural deles, mas eu me convenci que são bem tratados. Para mim foi uma experiência muito bacana estar tão perto deles. Um misto de admiração da natureza e superação de medos. Meu pavor de cobra desfeito me ensinou muita coisa sobre mim. Minha noção de que sou tantão e sou apenas um bicho me afetou. Sou só parte da natureza, simples, né? Por fim, a natureza sempre será encantadora. Se quiser aproveitar o resto do dia em Lujan, a cidade também é uma pedida.

Quem me conhece sabe o quanto amo elefantes. Acho que esse foi um dos dias mais felizes da vida da pessoa. Muito envolvimento aí. =D

argentina-(2)

Para chegar lá, basta ir à estação Plaza Italia (a mesma do Zoo Buenos Aires). No ponto de ônibus 57 existe uma bilheteria onde se compra o bilhete para a cidade de Mercedes por cerca de 8 pesos. Assim que embarcar é só pedir que o motorista lhe avise antes da parada de Lujan, você salta na cara do zoológico. Não esqueça de comprar sua passagem de volta na lojinha de presentes dentro do Zoo (ou perguntar na portaria se tem alguma van para sair). O ticket do ônibus só aceita moedas.

argentina-(7)

Sobre Porto Maderoargentina (6)

Porto Madero também é um passeio lindo. Você fica ali na beira da água só olhando a vida, tomando um café delícia e uma medialuna, depois vai no barco histórico, que é um museu muito bem conservado, super tranquilo, e espera o sol se deitar por ali mesmo.

Sobre o Planetário

argentina (4)

Apenas vá. É um dos melhores passeios e mais reais projeções do sistema solar.

 

Dicas extras

Antes de ir, tire um novo RG, pois, apesar de não ser necessário o passaporte para lá, é preciso ter um RG tirado em até seis meses, senão você NÃO ENTRA no país.

Ao chegar lá, vá com o endereço do local e contato de onde você vai ficar em mãos. É obrigatório deixar tudo com o pessoal que faz tua recepção.

Eles vão te dar um papelzinho bem chinfrim que você tem que entregar na volta. Não perca, se não você não embarca para o Brasil. Deixe fácil também.

Se você não quer gastar muito com hospedagem, procure o site Air BNB (www.airbnb.com.br). São quartos e flats bem bacanas que ajudam ($) bastante quem está viajando.



Escreva seu comentário

* Campos obrigatórios