rebirthing-renascimento

Terapia do Renascimento: Eu fiz

Publicado em 10/10/2017 • Eu fiz, Terapia do Renascimento

Fazia muito tempo que eu queria conhecer a Terapia do Renascimento, porém, a hora não tinha chegado, apesar de conhecer e marcar várias vezes de ir em Deyvid Santos e depois desmarcar. O universo deu uma forcinha na semana passada e fui lá experimentar.

Primeiro, a gente conversa um pouco sobre os processos do parto e como a gente se sente na vida, além de algumas breves instruções sobre as respirações que iremos fazer, que eles chamam de circular. Lá vai eu toda prosa contar do meu parto – que parecia tudo ok, apesar de uma cesárea, e das minhas questões de rejeição na vida e o que venho descobrindo e tratando desde que comecei meu mergulho interno de autocura.

Papo finalizado, a gente deita no colchão e começa a simplesmente respirar, numa respiração circular, por alguns minutos, até a gente ir a um estado de talvez meditação, talvez reviver o nascimento, os dois juntos… Não importa, a verdade é que várias memórias e emoções vêm chegando e você começa a chorar o que precisa ser chorado. Eu senti, vi e presenciei uma cena onde me senti abandonada, e tem tudo a ver com as curas que venho realizando na minha vida. Não foi algo “acho que vi”, foi um EU VI e SENTI aquilo, verdadeiramente. Mais um ciclo que se abriu para ser fechado – e curado.

Depois disso, várias memórias vão e vêm, várias coisas começam a ser liberadas desse organismo que nós somos. E o mais incrível é que fazemos isso apenas respirando. É uma agitação, felicidade, ao mesmo tempo uma leve agonia de ter que lidar com aquilo tudo. Mas esse momento passa e depois vem a leveza do acolhimento. Você se percebe um pouco fetal, depois de passar aquela turbulência, envolta nas mantas do pós-parto, leve, apenas viva, um ser respirante, que vive e que está no seu caminho.

Achei muito diferente e mágico ao mesmo tempo, e foi uma experiência muito, muito forte, porque me trouxe à tona algo sobre ser abandonada e/ou sozinha, que era um padrão que existia comigo e tinha a ver com o masculino. E depois disso várias coisas desse mesmo ponto da espiral vêm sendo limpas e harmonizadas em mim.

Vamo entender esse babado todo: O Renascimento ou Rebirth é uma técnica terapêutica através da respiração conectada ou circular.  Através desta terapia a pessoa pode reviver padrões presentes nos traumas do seu nascimento ou de outras vivências traumáticas que ficaram registradas na respiração, podendo a partir daí integrar e purificar ou limpar esses padrões. Foi criada pelo norte-americano Leonard Orr entre as décadas de 1960 e1970, quando ele descobriu que respirar de maneira conectada levava a estados de integração enquanto ele relaxava em sua banheira e reviveu a experiência de seu nascimento, passando a partir daí a experimentar e aprofundar a técnica que pode ser feita também “a seco”. Pode ser feito de forma individual ou em grupo e promove conscientização, integração de traumas, relaxamento, espontaneidade, alegria e um aprofundamento no autoconhecimento.

Deyvid Santos é terapeuta de Renascimento, Regressão e Reiki. Formado em Ciências Sociais, pesquisa Práticas Integrativas e Complementares. Buscador de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal. 87 99965-2036 (Tim e Whatsapp)



Escreva seu comentário

* Campos obrigatórios