unnamed

Tai Chi: Arte marcial interna?

Publicado em 01/08/2016 • Arte Marcial

O Tai Chi é uma arte marcial interna, mas será que a definição de arte marcial interna é clara para todos?
Wushu é um termo chinês que literalmente significa “arte marcial”. Na China, este termo caracteriza qualquer estilo de arte marcial, ou tarefa feita com perfeição, não apenas artes marciais. Existem catalogados na China mais de 300 estilos diferentes de Kung Fu/Wushu/Kuoshu, que podem ser classificados em duas escolas: Waijia, ou escola externa, e Neijia, ou escola interna.

Juliana-FazioO que é Neijia?
Neijia se traduz literalmente em “Escola Interna”, se refere as artes marciais chinesas focadas nos elementos corporais internos como concentração, consciência de espírito e da mente, e o trabalho de desenvolvimento da energia vital desde o início do treinamento, para apenas posteriormente terem uma aplicação externa. A geração de energia é o verdadeiro fator de diferenciação entre estilos “internos” e “externos”. Nos ‘estilos externos’ a força é gerada principalmente por meio de flexão e extensão dos músculos, tendões e articulações, as partes externas do corpo. Considerando que, o poder nos “estilos internos” é gerado no interior do corpo, através do relaxamento dos músculos e focando o “qi” (chi ou energia vital) através de ‘canais’ ou meridianos. O cultivo e a direção do “qi” internamente também tem o benefício adicional de ajudar na manutenção da saúde, prevenção de doenças e alívio de lesões, é também um dos principais outros fatores que diferencia o interno do externo.

Isto não quer dizer que não haja benefícios para a saúde na prática de estilos externos, ou que o “qi” não é desenvolvido, só que os estilos internos concentram-se mais profundamente sobre estes aspectos do Wushu. Mas a linha entre os dois é frequentemente turva.



Escreva seu comentário

* Campos obrigatórios