tai-chi-chuan-recife

Tai Chi Chuan no Recife

Publicado em 11/01/2016 • Arte Marcial

Uma prática que nasceu na China tem também espaço garantido no Recife especialmente por sua relação com a meditação e com a promoção da saúde, oferecendo, aos que vivem no ritmo veloz das grandes cidades, uma referência de tranquilidade e equilíbrio. Vamos conhecer mais esta prática milenar?

Os criadores do tai chi basearam sua arte na observação da natureza – não apenas na observação dos animais, mas também no estudo dos princípios da interação entre os diversos elementos naturais. Ele é uma arte marcial interna, seu estilo é suave, e favorece o relaxamento muscular, ao contrário da maioria das artes marciais, que tem como objetivo a agilidade e a maior tensão dos músculos. O Tai Chi Chuan pode ser considerado uma meditação em movimento.

Os movimentos no Tai Chi Chuan são circulares. Quando combinados com um ritmo respiratório, levam a um alongamento do corpo e consequente relaxamento do mesmo. Os movimentos são contínuos e delicados. O Tai Chi Chuan faz com que o praticante tenha maior consciência de seu corpo e do equilíbrio. Tem efeito sobre o corpo e a mente, aumentando o relaxamento e combatendo o estresse.

tai-chi-chuan-recifeQuais são seus benefícios?

Os benefícios que traz a saúde também são inúmeros: torna as articulações mais flexíveis, rejuvenesce a pele, favorece a circulação sanguínea e o coração. Como tem ação sobre o sistema nervoso central, é benéfico inclusive para os sistemas: digestivo, eliminatórios, respiratórios e imunológicos. Por envolver a arte marcial, a saúde e a meditação, o Tai Chi Chuan é, atualmente, praticado pelo mundo todo, sobretudo no ocidente, e é inclusive aplicado na medicina oriental, no tratamento de reumatismos, artroses, bursites, artrites e no equilíbrio da pressão arterial.

A prática do tai chi chuan pode estimular o metabolismo e restaurar o funcionamento dos órgãos, reequilibrando as energias do corpo. À medida que o praticante se dedica à arte, seu corpo inteiro se movimenta de maneira lenta, suave e controlada. Isso promove uma massagem dos órgãos internos e o fortalecimento das fáscias (membranas que recobrem os órgãos), além de estimular a circulação sanguínea e dos líquidos que devem permear todo o corpo. A regularidade da prática também melhora o funcionamento dos órgãos, o praticante respira profundamente, desintoxica seus pulmões, transpira, além de estimular o aparelho urinário e excretor, eliminando toxinas também através desses processos.

Estudos publicados mostram que, mesmo sendo um exercício de baixa velocidade, o tai chi chuan ainda contribui para a saúde cardiovascular e a forma física das pessoas, além de aliviar os estados depressivos.

Segundo a professora Ângela Soci, diretora da Sociedade Brasileira de Tai Chi Chuan (SBTCC), a técnica possui apenas uma contraindicação: indivíduos que sofrem de distúrbios mentais. Além disso, por ser considerada uma prática de baixo impacto, pesquisas científicas mostram que ela é benéfica para pessoas que sofrem com diabetes, doenças reumáticas, osteoporose, doença de Parkinson, doenças cardiovasculares e dor crônica, além de prevenir quedas.

No Recife, a professora Juliana Fazio dá continuidade ao trabalho iniciado pelo Mestre Lap Wah Ng no ensino do Tai Chi Chuan. As aulas acontecem na escola Eden, em Casa Forte todas as terças e quintas das 6:30 às 7:30 e das 8h às 9h, e também as quartas e sextas das 19h às 20h.

Contato >> edenrecife@hotmail.com 81.99482.0070 (Claro e Whatsapp)

Arte daqui.



Escreva seu comentário

* Campos obrigatórios