Magnified Healing: eu fiz!

Publicado em 29/10/2013 • Magnified Healing

Como eu tinha prometido para vocês, faço esse post para escrever como foi participar e me iniciar em Magnified Healing. Vale salientar que fiquei conhecendo a prática através de uma visão que tive com a mestra Kuan Yin. Explico: em seguida à visão, fui pesquisar sobre ela e, logo encontrei a técnica, tendo encontrado logo também o curso aqui no Recife. Não tive dúvidas, pois tinha muito a ver comigo, com minha história, me inscrevi e ainda carreguei a minha irmã, que não tinha nenhum curso na área.

Durante o curso, que é super simples, leve, perfeito para quem não gosta de técnicas muito burocráticas, fomos nos encontrando com as energias do MH. Logo no primeiro dia fomos iniciados, nós seis, e já sentimos a força daquilo tudo. Eu, pessoalmente, achei aquilo um pouco parecido com o reiki. Mas é uma energia mais doce, que nos envolve como uma mãe. A presença feminina de Kuan Yin é muito sentida. As posições e as próprias técnicas também são diferentes. Mas complementares, afinal, tudo é energia.

Já no primeiro nível, podemos praticar cura cármica, cura à distância, curas em grupo, transplantes de órgãos (tudo energia, heim gente!), e iniciar outros alunos em MH. Além disso, o tratamento completo realizado diariamente nos deixa muito conectados com nosso eu superior, além da meditação específica e de outras pequenas coisinhas. A energia flui tranquilamente quando estamos conectados ao canal de luz. Quem realiza todo o tratamento diariamente não passa sequer 10 minutinhos realizando a prática e fica protegido, super conectado, tranquilíssimo.

Meu curso foi realizado com o professor Nelson Matheus, que é um fofo e super indicado. Foi tudo muito divertido, leve, prazeroso.

E, não sei se é o caso. Mas hoje, primeiro dia após o curso, tive conquistas profissionais muito importantes.

Bem, agora é entender melhor como funciona, na prática, prática, prática.

Mas já tá mais que indicado! ;)

Beijos iluminados.

Beijos também para Nelson, Helga, Mariana, Somália, Laura e Aldinez, que choraram, falaram, emocionaram e foram tocados. =)



Escreva seu comentário

* Campos obrigatórios