massagem

Massagem Terapêutica para todos os males

Publicado em 16/07/2015 • Massagem

Parece conversa mole dizer que massagem cura tudo. Mas, enquanto terapia energética, a massagem e o trabalho corporal podem não somente curar o corpo físico, mas também várias emoções nocivas que vamos colecionando ao longo da vida. O toque e o amor através da pele são, sim, portas de entrada para muitas curas.

Jucy Leite é uma das pessoas que chegou ao ponto de ter muitas dores para poder se cuidar melhor. Ela procurou a massagem por sentir dores de cabeça e muita ansiedade. “Venho fazendo sessões semanais e, a cada dia experiencio uma grande sensação de bem estar, relaxamento, alívio de tensões, sono profundo e ânimo. Sensação que através do toque, as emoções, as crenças e as experiências vividas e contraída no corpo, são liberadas. Agradeço ao Universo, por ter colocado esta técnica no meu caminho. Portanto, quem pretende se encontrar com a paz e o bem estar, marque um horário.”

Para quem ainda não conhece, a Massagem Terapêutica Integral é um tratamento que proporciona um profundo processo de autoconhecimento e transformação consciente. É integral, pois a união de ferramentas como os toques profundos da Massagem Ayurvédica, a Leitura Corporal, que o torna consciente de padrões de comportamento e bloqueios que aconteceram em determinadas fases da vida, e a Aromaterapia, que reequilibra nossas emoções, resultam em uma cura profunda do ser.

O resultado esperado é a redução do o estresse físico e mental, que vai sendo eliminado no decorrer das sessões e a consciência é despertada para o próprio corpo, para suas relações, trazendo mais harmonia, compreensão e aceitação. Através da mensagem, o corpo libera emoções, memórias, traumas, toxinas e tudo aquilo que não lhe serve mais, trazendo sensação de paz e liberdade.


massagem-recifeMirella Melo
 é Terapeuta Corporal focada em Massagem Terapêutica Integral; Leitura Corporal e Psicossomática; Reflexologia; Aromaterapia; Terapeuta de Transmissão do Retorno a Fonte.

Entre em contato clicando aqui.

 

 



Escreva seu comentário

* Campos obrigatórios